Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Sobre o CPC

CPC
CPC

O Comando de Policiamento da CapitalCPC – foi criado pelos Decretos Estaduais n° 23.245 e 23.246, em 13 de Agosto de 1974, sendo instalado, de fato, em 16 de Setembro daquele mesmo em Porto Alegre. À época, a missão era de responsabilidade pelo planejamento, supervisão e execução das missões constitucionais da Brigada Militar na área metropolitana de Porto Alegre, de acordo com as normas do Comando Geral da Corporação.

Seu 1° comandante foi o Coronel João Aldo Danesi, nomeado conforme Boletim Geral da BM n° 162, de 22 de Agosto de 1974. O CPC, recém instalado, foi sediado, temporariamente, no Quartel do Comando Geral da BM, na Rua dos Andradas, n° 522, Centro de Porto Alegre. Neste período contava com as seguintes Unidades Operacionais subordinadas: Centro de Operações Policiais Militares, vulgo COPOM, 1° BPM, 3° BPM, 5° BPM, 8° BPM, 9° BPM, 11° BPM, 4° RPMon e Cia de Policia de Choque (atual BOE), presente não só na Capital, mas em toda a Região Metropolitana.

O CPC foi instalado em meio a um fato criminal que vitimara um profissional taxista na ocorrência de um roubo. Este incidente determinou a 1° atuação deste Comando com a união de taxistas e forças da comunidade, na coordenação da ação de Polícia Ostensiva em operações de barreiras e fiscalização a veículos de aluguel (táxis) e particulares.

Em 21 de Novembro de 1974, o Comando de Policiamento da Capital passa à sua 2º sede, instalando-se em um imóvel doado pelo Clube Farrapos, localizado na Rua José do Patrocínio, n° 534, bairro Cidade Baixa, em Porto Alegre, mas permanecendo o Centro de Operações Policiais Militares (COPOM) nas dependências do Quartel General da BM.

Em 04 de Janeiro de 1978, o CPC desvincula de suas Unidades Subordinadas os 3°, 5° e 8° BPM, retirando-se da Região Metropolitana e passando a atuar exclusivamente na área do município de Porto Alegre. No ano seguinte, em 12 de Maio de 1979, o Comando se transfere para a sua 3º sede, alojando-se em um imóvel na Rua 7 de Setembro, n° 273, no Centro da Capital.

Em 30 de Janeiro de 1984, o CPC retorna para o prédio onde foi instalado pela primeira vez, retornando ao Quartel do Comando Geral da BM. Em 16 de Novembro do mesmo ano, foram inauguradas no Comando as novas instalações do COPOM, com novos equipamentos e dando início aos serviços do Subsistema de Despacho de Patrulhas – SDP.

No ano de 1990, o Comando recebe adições em suas Unidades Operacionais subordinadas, são eles: o Grupamento Aéreo – GPMA, este, subordinado ao CPC, instaurado em 28 de Março; o Grupamento de Ações Táticas Especiais – GATE, sobre ordens do Batalhão da Polícia de Choque, atual BOE, em 03 de Abril pelo Decreto n° 35.512. Ainda mais pra frente, no mesmo ano, em 22 de Setembro, é criado o 17° BPM, sendo este responsável pelos municípios de Gravataí, Cachoeirinha, Viamão, Alvorada e Glorinha, ficando responsável ao Comando de Policiamento da Capital.

Em 20 de Maio de 1993, perante decorrência da Portaria n° 05/PM1/93, passa a receber a subordinação direta da Companhia de Polícia Militar Feminina – Cia PM Fem, e tem desvinculadas de subordinação os 15° BPM E 17 BPM°, voltando a atuar, exclusivamente, na área territorial do município de Porto Alegre. Ainda, nesse mesmo ano, a Cia PM Fem é desativada, vindo seu efetivo a integrar o 1° BPM, na área do CPC.

Fortes mudanças aconteceram no Comando de Policiamento da Capital em 1998. Em 29 de Janeiro é alterada sua denominação para Comando de Policiamento Metropolitano – CPM, em decorrência da politica de descentralização da Secretária da Justiça e da Segurança, este, à época, voltado à responsabilidade do planejamento, coordenação, supervisão e execução do policiamento ostensivo em toda a Área Metropolitana de Porto Alegre.

Em 03 de Fevereiro do mesmo ano, o CPM se transfere para o 3° andar do Prédio Anexo ao Quartel do Comando Geral da BM, juntamente com o COPOM. Ainda mais adiante, em 08 de Junho, em consequência da descentralização empreendida, surgem o Destacamento Especial do Centro – DEC, este, derivado do 9° BPM, o Destacamento Especial do Partenon – DEP e Destacamento Especial da Tristeza, estes, originários do 1° BPM, e o Destacamento Especial do Sarandi – DES, este, natural do 11° BPM.

Em seguida, mais precisamente em 30 de Junho daquele mesmo ano, passam à subordinação do Comando de Policiamento Metropolitano o Destacamento Especial de Viamão – DEV, o Destacamento Especial de Cachoeirinha – DEC, o 17º BPM, a Companhia de Guaíba, o Pelotão de Eldorado do Sul e o Destacamento Especial de Alvorada – DEA.  Em 20 de Novembro de 1998, em virtude do Decreto n° 39.050, o CPM altera seu nome para Comando Regional de Polícia Ostensiva – Área Metropolitana – CRPO/AM.

No ano de 2001, em decorrência do Decreto n° 40.624, de 12 de Fevereiro daquele mesmo ano, alterado pelo Decreto n° 40.735, de 26 de Abril de 2001, o CRPO/AM teve sua nomenclatura alterada para Comando Regional de Polícia Ostensiva – Capital – 9.1 – CRPO 9.1, sendo este instalado em 15 de Maio do mesmo ano, pela Portaria n° 110/EMBM/2001, no Prédio Anexo ao Quartel do Comando Geral da BM, mas com sua responsabilidade territorial novamente voltada, exclusivamente, ao munícipio de Porto Alegre.

Em 1° de Julho de 2002, o Comado teve sua sede transferida para o prédio da Secretaria de Estado da Justiça e da Segurança, localizado na Rua Voluntários da Pátria, n° 1358, 5° Andar, Ala Sul, Centro da Capital. Apesar de continuar a ser conhecido como CPC, diante das mudanças de denominações, foi em 04 de Fevereiro de 2004, com o Decreto n° 42.871, o qual regulamentou a Lei de Organização Básica da BM, que o Comando deveria denominar-se, novamente, Comando de Policiamento da Capital – CPC.

Hoje, o Comando de Policiamento da Capital é composto por oito Unidades Operacionais subordinadas, são elas: 1° BPM (POA - Zona Sul), 9° BPM (POA – Centro), 11° BPM (POA – Zona Norte), 19° BPM (POA – Zona Leste), 20° BPM (POA – Parques e Praças), 21º BPM (POA - Extremo Sul), 1º Batalhão de Polícia de Choque – 1º BPCHoque e 4º Regimento de Polícia Montada - 4º RPMon.

Seu atual comandante é o Tenente Coronel Rogerio Stumpf Pereira Junior. Em 26 de Maio de 2017, o Comando muda-se, provisoriamente, para sua atual sede, situado na Avenida Aparício Borges, n° 2351, Bairro Partenon.

Locais

Brigada Militar